terça-feira, 20 de março de 2012

A Criança no Espelho

E hoje eu vejo no espelho,
um rosto há muito esquecido.
Um sorriso inocente,
que eu dava como perdido.
Se antes eu olhava para o adulto,
que um dia eu seria,
hoje é meu eu criança
que me espreita,
cheio de alegria.
Que eu possa atender aos anseios desta criança,
que em meu peito adormece.
Meu Deus,
eu te faço essa prece.
Que a alegria de viver dela me contagie,
e nunca o reverso.
Pois, como adulto sou cheio de prosa,
mas quando criança, era cheio de verso.
Seus sonhos eu não realizei,
ainda assim sorri para mim.
O que me diz que no total,
não tive uma história tão ruim.
Espero, um dia, estar ao seu lado,
olhando através do espelho.
Quando formos bisbilhotar,
um eu bem mais velho.
E da mesma forma que ela me faz hoje,
quero brindar-me com um sorriso.
Dizendo “Parabéns,
você seguiu o caminho preciso.”

Nenhum comentário: