sábado, 12 de maio de 2012

Nanocontos de 10 de maio de 2012

Na espera de solo fértil e do clima perfeito, a flor apodreceu, sem nunca deixar de ser semente...

Parte dele dizia para ser forte, outra parte para ser sensível. De parte em parte, acabou fendido, sem saber quem era afinal.

A malabarista tenta manter as bolas no ar. Carreira, família, casa, amizades.Tanto olha para o alto, q não sabe mais aonde pisa.

Nenhum comentário: