domingo, 20 de junho de 2021

Leituras 2021 - Semana 25


Leituras 2021 - Semana 25
31 Lidos

Lendo:
01 - Desenhando com o Lado Direito do Cérebro - Betty Edwards - 38% 
02 - Alien - Jogo de RPG (ver BR) (RPG) - Free League - 19% 
03 - StarCrossed (RPG) - Alex Roberts - 10% 
04 - Um Dia na Aldeia: Uma História Mundukuru - Daniel Mundukuru - 07%
05 - Como as Democracias Morrem (audiobook) - Steven Levitsky & Daniel Ziblatt - 02% 
06 - Transtorno Bipolar e Transtornos Relacionados in DSM-V - 04% 
07 - Horror em Kingsburg in Rastro de Cthulhu - Kenneth Hite - 01%

Contos, Poesias & Artigos*
- Resist: Tales from a Future Worth Fighting Against - Vários Autores - 77%(06)
- Samurais X Ninjas - Vários Autores - 64%(07)
- Cyberpunk: Registros Recuperados de Futuros Proibidos - Vários Autores - 48%(08)
- Solarpunk: Come ho Imparato ad Amare il Futuro - Vários Autores - 02% (14)
- Antologia Vilãs - Várias Autoras - 47%(07)
*Sendo lidos de forma não-linear. Os mais em cima foram lidos mais recentemente. O número entre ()s indica quantos contos/poesias faltam para terminar.

Lidos:
01 - Honey Heist (RPG) - Grant Howitt
02 - Pentatlo Surpresa (RPG) - Diego Barreto
03 - Dark Sun - A Little Knowledge Adventure (RPG) - DM's Book - Autor Desconhecido
04 - Machine Learning: New and Colleted Stories - Hugh Howey
05 - Dark Sun - A Little Knowledge Fiction - Jerry Oltion
06 - As Cores, o Tempo e Nós - Beatriz D'Oliveira & Maria Veloso
07 - Dark Sun (RPG) - Rules Book - Troy Denning & Timothy B. Brown
08 - Panorama das Terapias Familiares Vol.2 - Vários Autores
09 - Mutant City Blues 2e (RPG) - Robin D. Laws & Gareth Ryder-Hanrahan
10 - Royal Blood (RPG) - Grant Howitt
11 - Harder They Fall (RPG) - Minerva McJanda
12 - Ela é só uma garota comum - Pedro A. Ribeiro
13 - Dream Askew (RPG) - Avery Alder
14 - Bluebeard's Bride (RPG) - Whitney "Strix" Beltran, Marissa Kelly & Sarah Richardson
15 - Numenera: Discovery (RPG) - Monte Cook, Bruce R. Cordell, Sean K. Reynolds, Shanna Germain
16 - Blood Feud Playtest Version (RPG) - Alf Peter Malmberg & Amos Johan Persson
17 - Descent into Midnight Quick Start Guide (RPG) - Rich Howard and Richard Kreutz-Landry
18 - SW Blue Planet (RPG) - FanMade
19 - Como Evitar os 7 Pecados Capitais dos Investidores - Edu Moreira
20 - Sandman Edição Definitiva #1 - Neil Gaiman
21 - The Wheel - Neil Gaiman
22 - Faith #1/#4 (HQ) - Jody Houser, Francis Portela, Marguerite Sauvage
23 - Masks: A New Generation (RPG) - Brendan Conway
24 - Bluebeard's Bride - Book of Rooms (RPG) - Elizabeth Chaipraditkul, Marissa Kelly, Felipe Real, Sarah Richardson
25 - Atlas Ageográfico de Lugares Imaginados - Ana Cristina Rodrigues
26 - Como arruinar sua reputação de vilã - Denise Flaibam
27 - Monster Care Squad (Preview) (RPG) - ???
28 - Recall rev2 (RPG) - Diego Barreto
29 - Glitter Hearts (ver BR) (RPG) - Greg Leatherman & Clarice França(trad.)
30 - Changeling the Dreaming 2e (RPG) (relendo) - Ian Lemke (org.)
31 - A Sutil Arte de Ligar o Foda-se (audiobook) - Mark Manson

domingo, 13 de junho de 2021

Leituras 2021 - Semana 24


Leituras 2021 - Semana 24
28 Lidos
Lendo:
01 - Desenhando com o Lado Direito do Cérebro - Betty Edwards - 36% 
02 - Changeling the Dreaming 2e (RPG) (relendo) - Ian Lemke (org.) - 90% 
03 - Glitter Hearts (ver BR) (RPG) - Greg Leatherman & Clarice França(trad.) - 68% 
04 - Alien, o Jogo de RPG (ver BR) (RPG) - Free League - 10% 
05 - A Sutil Arte de Ligar o Foda-se (audiobook) - Mark Manson - 35% 

Contos, Poesias & Artigos*
- Resist: Tales from a Future Worth Fighting Against - Vários Autores - 72%(07)
- Samurais X Ninjas - Vários Autores - 64%(07)
- Cyberpunk: Registros Recuperados de Futuros Proibidos - Vários Autores - 48%(08)
- Solarpunk: Come ho Imparato ad Amare il Futuro - Vários Autores - 02% (14)
- Antologia Vilãs - Várias Autoras - 47%(07)
*Sendo lidos de forma não-linear. Os mais em cima foram lidos mais recentemente. O número entre ()s indica quantos contos/poesias faltam para terminar.

Lidos:
01 - Honey Heist (RPG) - Grant Howitt
02 - Pentatlo Surpresa (RPG) - Diego Barreto
03 - Dark Sun - A Little Knowledge Adventure (RPG) - DM's Book - Autor Desconhecido
04 - Machine Learning: New and Colleted Stories - Hugh Howey
05 - Dark Sun - A Little Knowledge Fiction - Jerry Oltion
06 - As Cores, o Tempo e Nós - Beatriz D'Oliveira & Maria Veloso
07 - Dark Sun (RPG) - Rules Book - Troy Denning & Timothy B. Brown
08 - Panorama das Terapias Familiares Vol.2 - Vários Autores
09 - Mutant City Blues 2e (RPG) - Robin D. Laws & Gareth Ryder-Hanrahan
10 - Royal Blood (RPG) - Grant Howitt
11 - Harder They Fall (RPG) - Minerva McJanda
12 - Ela é só uma garota comum - Pedro A. Ribeiro
13 - Dream Askew (RPG) - Avery Alder
14 - Bluebeard's Bride (RPG) - Whitney "Strix" Beltran, Marissa Kelly & Sarah Richardson
15 - Numenera: Discovery (RPG) - Monte Cook, Bruce R. Cordell, Sean K. Reynolds, Shanna Germain
16 - Blood Feud Playtest Version (RPG) - Alf Peter Malmberg & Amos Johan Persson
17 - Descent into Midnight Quick Start Guide (RPG) - Rich Howard and Richard Kreutz-Landry
18 - SW Blue Planet (RPG) - FanMade
19 - Como Evitar os 7 Pecados Capitais dos Investidores - Edu Moreira
20 - Sandman Edição Definitiva #1 - Neil Gaiman
21 - The Wheel - Neil Gaiman
22 - Faith #1/#4 (HQ) - Jody Houser, Francis Portela, Marguerite Sauvage
23 - Masks: A New Generation (RPG) - Brendan Conway
24 - Bluebeard's Bride - Book of Rooms (RPG) - Elizabeth Chaipraditkul, Marissa Kelly, Felipe Real, Sarah Richardson
25 - Atlas Ageográfico de Lugares Imaginados - Ana Cristina Rodrigues
26 - Como arruinar sua reputação de vilã - Denise Flaibam
27 - Monster Care Squad (Preview) (RPG) - ???
28 - Recall rev2 (RPG) - Diego Barreto

domingo, 23 de maio de 2021

Leituras 2021 - Semana 21


Leituras 2021 - Semana 21
24 Lidos
Lendo:
01 - Desenhando com o Lado Direito do Cérebro - Betty Edwards - 36%
02 - Atlas Ageográfico de Lugares Imaginados - Ana Cristina Rodrigues - 77%
03 - Changeling the Dreaming 2e (RPG) (relendo) - Ian Lemke (org.) - 71% 
04 - Glitter Hearts (ver BR) (RPG) - Greg Leatherman & Clarice França(trad.) - 23% 
05 - Monster Care Squad (Preview) (RPG) - ??? - 32%
06 - Recall rev2 (RPG) - Diego Barreto - 40%

Contos, Poesias & Atigos*
- Resist: Tales from a Future Worth Fighting Against - Vários Autores - 72%(07)
- Samurais X Ninjas - Vários Autores - 64%(07)
- Cyberpunk: Registros Recuperados de Futuros Proibidos - Vários Autores - 48%(08)
- Solarpunk: Come ho Imparato ad Amare il Futuro - Vários Autores - 02% (14)
- Antologia Vilãs - Várias Autoras - 47%(07)
*Sendo lidos de forma não-linear. Os mais em cima foram lidos mais recentemente. O número entre ()s indica quantos contos/poesias faltam para terminar.

Lidos:
01 - Honey Heist (RPG) - Grant Howitt
02 - Pentatlo Surpresa (RPG) - Diego Barreto
03 - Dark Sun - A Little Knowledge Adventure (RPG) - DM's Book - Autor Desconhecido
04 - Machine Learning: New and Colleted Stories - Hugh Howey
05 - Dark Sun - A Little Knowledge Fiction - Jerry Oltion
06 - As Cores, o Tempo e Nós - Beatriz D'Oliveira & Maria Veloso
07 - Dark Sun (RPG) - Rules Book - Troy Denning & Timothy B. Brown
08 - Panorama das Terapias Familiares Vol.2 - Vários Autores
09 - Mutant City Blues 2e (RPG) - Robin D. Laws & Gareth Ryder-Hanrahan
10 - Royal Blood (RPG) - Grant Howitt
11 - Harder They Fall (RPG) - Minerva McJanda
12 - Ela é só uma garota comum - Pedro A. Ribeiro
13 - Dream Askew (RPG) - Avery Alder
14 - Bluebeard's Bride (RPG) - Whitney "Strix" Beltran, Marissa Kelly & Sarah Richardson
15 - Numenera: Discovery (RPG) - Monte Cook, Bruce R. Cordell, Sean K. Reynolds, Shanna Germain
16 - Blood Feud Playtest Version (RPG) - Alf Peter Malmberg & Amos Johan Persson
17 - Descent into Midnight Quick Start Guide (RPG) - Rich Howard and Richard Kreutz-Landry
18 - SW Blue Planet (RPG) - FanMade
19 - Como Evitar os 7 Pecados Capitais dos Investidores - Edu Moreira
20 - Sandman Edição Definitiva #1 - Neil Gaiman
21 - The Wheel - Neil Gaiman
22 - Faith #1/#4 (HQ) - Jody Houser, Francis Portela, Marguerite Sauvage
23 - Masks: A New Generation (RPG) - Brendan Conway
24 - Bluebeard's Bride - Book of Rooms (RPG) - Elizabeth Chaipraditkul, Marissa Kelly, Felipe Real, Sarah Richardson

quarta-feira, 19 de maio de 2021

RPG - Bluebeard's Bride - A Bruxa

Jogo: Bluebeard’s Bride
Sistema: Powered by the Apocalypse
Autoria: Whitney "Strix" Beltran, Marissa Kelly & Sarah Richardson
Editora: Magpie Games/ Há uma editora brasileira querendo trazer esse jogo, mas não sei se posso divulgar ainda.
Experiência: Joguei uma vez e mestrei uma vez. Quero mais!
Livros usados: Só o básico. Todos os outros parecem ser material para o mestre.

Era uma vez um homem muito rico e poderoso, conhecido por sua longa e espessa barba azul e assim ele era chamado. Havia boatos e histórias sobre as noivas de Barba Azul. Como nunca elas eram vistas após o casamento. Alguns diziam que elas não suportavam sua estranha barba azul, outros que ele as prendia em seu castelo e haviam histórias ainda mais sinistras.
Um dia, Barba Azul se encantou por uma moça e a tomou como noiva. No dia após o matrimônio, antes que pudessem consumar seu casamento, a moça acordou e encontrou sua cama vazia e foi em busca de seu marido. Este se preparava para partir em uma longa viagem repentina, mas deu a sua amada esposa um molho de chaves, dizendo que ela as usasse para explorar todos os cômodos de seu castelo. Ela era a senhora destes domínios. MAS, ele a alertou puxando uma pequena chave dourada em meio as outras, peço que não entre no closet do terceiro andar. É tudo que lhe peço.
A noiva caminhou pelo castelo por horas (ou seriam dias?) e viu tudo o que havia para ser visto, até que a curiosidade enfim a dominou ela enfim foi até onde todos sabíamos que ela iria.
Ao closet do terceiro andar…

Bluebeard’s Bride é um jogo de terror inspirado pela fábula A Noiva do Barba Azul. É definido como um jogo de terror feminino, um tipo de terror que visa amplificar através da surrealidade questões vivenciadas por mulheres no dia-a-dia como desigualdade de poder, cobrança sobre aparência, maternidade forçada, violência doméstica, relacionamentos abusivos etc.
Dito isso, não é um jogo para qualquer pessoa nem para qualquer grupo. É importante respeitar os limites de cada um, criar um ambiente seguro e acolhedor e utilizar métodos de segurança.
Mesmo assim, se os temas citados acima forem gatilho emocional para você, não jogue. Busque ajuda terapêutica e se cuide.
Em Bluebeard’s Bride os jogadores coletivamente controlam a Noiva. Cada jogador é uma faceta da personalidade desta personagem. Imagine aquelas conversas que você tem com você mesmo quando tem de tomar uma decisão importante. Esses são os jogadores nesse jogo.
É uma dinâmica interessante. Ainda mais em um jogo de terror surreal. Acaba que esse controle coletivo alimenta a sensação de falta de controle que se tenta criar.

Passo Um: Escolha um Playbook. Como a maioria dos jogos Powered by the Apocalypse começamos escolhendo um playbook. São cinco! The Animus,The Fatale, The Virgin, The Mother e The Witch. Quando joguei eu interpretei a Fatale, que foi bem interessante. Para esse projeto quero pegar um playbook que ainda não vi ninguém pegar que é a Bruxa.
A descrição da Bruxa é “Você trança magia do sangue e das sombras. Outros desejam uma prova do seu pecado e oram pela sua ruína”. Deve ser legal jogar com ela. É uma faceta sobre poder, mistério, traição e segredo.

Passo Dois: Preparações para o Casamento. Agora eu respondo uma série de perguntas que, junto com as respostas dos outros jogadores na mesa ajudam a formar a Noiva e o cenário do casamento, dessa forma fornecendo ao Groundkeeper (o GM desse jogo) elementos para criar as salas por onde andaremos. As primeiras duas perguntas são específicas para a Bruxa, as outras são respondidas por todas as irmãs.
Vamos as perguntas:
- Como é o cabelo da Noiva?
Negro e encaracolado como as ondas do mar a noite. Descendo em uma cascata de escuridão pelas suas costas.
- Como os outros gostam que você o use?
Encolado e amarrado em uma trança, como para aprisionar a escuridão.
- O que você está deixando para trás da sua vida provinciana para se tornar a Noiva do Barba Azul?
A liberdade selvagem que eu tinha de ir até a floresta dançar com os espíritos da noite.
- Quando vocês se encontraram pela primeira vez que gesto de amor o Barba Azul fez que te ganhou?
Quando estávamos sozinhos ele fez um gesto e uma pequena chama dançou em sua mão. Uma chama com traços de mulher. Eu vi ali uma oferta de poder e a agarrei com todo meu desejo.
- Que presente você deu ao Barba Azul antes do casamento? Por que você escolheu isso?
Uma flor do campo muito rara que ele deve usar em todos os momentos, afinal seu polem é um veneno lento.
- Você confia em seu generoso marido Barba Azul, ou você possui suspeitas cruéis? Por quê?
Claro que não. Ninguém com tanto poder quanto ele é confiável. Mas eu também não sou.

Passo Três: Decidir Meus Stats. Existem três Stats: Blood, Carnality e Resilience. Essa talvez seja uma pequena crítica a esse jogo. Os stats são indecifráveis de primeira. Só quando você vê em qual move cada um deles é utilizado que a coisa faz algum sentido.
Como uma Bruxa eu já começo com um bônus de +1 em Blood, que me permite lidar com os servos e horrores da casa, cuidando deles para obedecerem aos meus desejos. Eu tenho um 0 e um -1 para colocar nos outros dois stats.
Acho que vou colocar -1 em Carnality, que é usado para ações violentas e o 0 vai para Resilience, que é usado para pedir ajuda. Se for necessário descer ao nível da violência a Bruxa irá preferir passar o anel para outra irmã ou usar um dos servos para esse fim.

Passo Quatro: Escolha uma Face. Basicamente isso significa escolher um move especial do seu playbook. A Bruxa tem como opções Medium, Reaper e Viper. Estou indeciso entre o primeiro e o terceiro, mas acho que The Viper, que me permite envenenar um servo com mentiras está mais coerente com o que criei até aqui.

Passo Cinco: Laços de Sororidade. Aqui eu tenho algumas afirmações onde eu encaixo as facetas utilizadas pelos outros jogadores, como sou só eu aqui vou escolher dois outros playbooks e pronto. A Mãe é uma ferramenta útil, e a Virgem atrai o mal para ela.

E é isso! Deve ser interessante jogar com essa faceta da Noiva.
____________________________________

A Bruxa
Stats:

Blood +1
Carnality -1
Resilience 0

Face: The Viper

domingo, 16 de maio de 2021

Leituras 2021 - Semana 20

Leituras 2021 - Semana 20
24 Lidos
Lendo:
01 - Desenhando com o Lado Direito do Cérebro - Betty Edwards - 35% 
02 - Atlas Ageográfico de Lugares Imaginados - Ana Cristina Rodrigues - 66%
03 - Changeling the Dreaming 2e (RPG) (relendo) - Ian Lemke (org.) - 59% 

Contos, Poesias & Artigos*
- Resist: Tales from a Future Worth Fighting Against - Vários Autores - 72%(07)
- Samurais X Ninjas - Vários Autores - 64%(07)
- Cyberpunk: Registros Recuperados de Futuros Proibidos - Vários Autores - 48%(08)
- Solarpunk: Come ho Imparato ad Amare il Futuro - Vários Autores - 02% (14)
- Antologia Vilãs - Várias Autoras - 47%(07)
*Sendo lidos de forma não-linear. Os mais em cima foram lidos mais recentemente. O número entre ()s indica quantos contos/poesias faltam para terminar.

Lidos:
01 - Honey Heist (RPG) - Grant Howitt
02 - Pentatlo Surpresa (RPG) - Diego Barreto
03 - Dark Sun - A Little Knowledge Adventure (RPG) - DM's Book - Autor Desconhecido
04 - Machine Learning: New and Colleted Stories - Hugh Howey
05 - Dark Sun - A Little Knowledge Fiction - Jerry Oltion
06 - As Cores, o Tempo e Nós - Beatriz D'Oliveira & Maria Veloso
07 - Dark Sun (RPG) - Rules Book - Troy Denning & Timothy B. Brown
08 - Panorama das Terapias Familiares Vol.2 - Vários Autores
09 - Mutant City Blues 2e (RPG) - Robin D. Laws & Gareth Ryder-Hanrahan
10 - Royal Blood (RPG) - Grant Howitt
11 - Harder They Fall (RPG) - Minerva McJanda
12 - Ela é só uma garota comum - Pedro A. Ribeiro
13 - Dream Askew (RPG) - Avery Alder
14 - Bluebeard's Bride (RPG) - Whitney "Strix" Beltran, Marissa Kelly & Sarah Richardson
15 - Numenera: Discovery (RPG) - Monte Cook, Bruce R. Cordell, Sean K. Reynolds, Shanna Germain
16 - Blood Feud Playtest Version (RPG) - Alf Peter Malmberg & Amos Johan Persson
17 - Descent into Midnight Quick Start Guide (RPG) - Rich Howard and Richard Kreutz-Landry
18 - SW Blue Planet (RPG) - FanMade
19 - Como Evitar os 7 Pecados Capitais dos Investidores - Edu Moreira
20 - Sandman Edição Definitiva #1 - Neil Gaiman
21 - The Wheel - Neil Gaiman
22 - Faith #1/#4 (HQ) - Jody Houser, Francis Portela, Marguerite Sauvage
23 - Masks: A New Generation (RPG) - Brendan Conway
24 - Bluebeard's Bride - Book of Rooms (RPG) - Elizabeth Chaipraditkul, Marissa Kelly, Felipe Real, Sarah Richardson

quarta-feira, 12 de maio de 2021

RPG - Jadepunk - Qīngtóng rén


Jogo: Jadepunk – Tales From Kausao City
Sistema: FATE Accelerated (modificado)
Autoria: Ryan M. Danks, Jacob Possin e Mike Olson.
Editora: Reroll Productions / Pensamento Coletivo (versão br).
Experiência: Montando uma campanha disso, fora isso, nenhuma.

Livros usados: O básico e o FATE Accelerated.
Jadepunk é um cenário no mínimo curioso. Mistura uma fantasia oriental do estilo wuxia (aquela cheia de artes marciais onde os personagens dão saltos incríveis, quebram paredes com as mãos, dão socos através de paredes, etc), os pistoleiros de western e a tecnologia dos steampunks.
A cidade de Kausao, cenário desse jogo, é o centro econômico e político do mundo por ter acesso a um recurso único, o jade negro. O cenário fala de uma política corrupta manipulada por corporações que exploram esse recurso e exploram também os habitantes da cidade que são forçados a trabalhar exaustivamente para extrair ou refinar o jade negro.
Os jogadores são uma das muitas células dos Jianghu, uma organização que visa combater os abusos do governo, das corporações e de organizações criminosas que tentam se aproveitar da situação.
Então vamos criar um guerreiro da liberdade.

Passo Um: Aspectos. Como qualquer jogo baseado em FATE, começamos com os Aspectos. E Jadepunk faz uma coisa muito interessante que eu vi poucos jogos baseados nesse sistema fazerem, que é dar um sentido a cada Aspecto do seu personagem.
Existem cinco categorias de Aspectos em Jadepunk: Portrayal, Background, Inciting Incident, Belief e Trouble.
Portrayal é como High Concept em outros jogos de FATE. É um Aspecto que define meu personagem em poucas palavras. Eu já tenho uma ideia bem louca para esse personagem, que encaixa muito bem em FATE. Meu personagem se chama Qīngtóng rén, que significa em chinês Homem de Bronze e já deve dar uma ideia da direção que estou tomando aqui. Se isso não foi suficiente, o primeiro Aspecto dele é Autômato Feito de Bronze. Isso mesmo, Qīngtóng rén é um robô.
Para o segundo Aspecto, Background, eu quero Maravilha da Jadetecnologia para demonstrar o fato dele ser um ser único e fruto de muita pesquisa e desenvolvimento.
Para Inciting Incident eu quero Presenciei a Morte de meu Criador, o cientista que criou Qīngtóng rén estava ajudando o Jianghu e foi morto por um oficial corrupto. Meu homem de bronze não entendia o que era a morte naquele momento, talvez nunca tenha entendido. Ele deseja encontrar o assassino de seu criador e entender o que o levou a matá-lo.
Para Belief, Qīngtóng rén acredita que Conhecimento é Fio Condutor da Minha Existência. Ele está constantemente em busca de respostas, mesmo que ainda não saiba quais são todas as perguntas. O que mais o fascina é a natureza humana.
Por fim, como Trouble eu quero Eu não Sou Humano que representa tanto a ausência de necessidade de comer ou dormir, mas também está ligado à necessidade de se alimentar ao menos com resíduos de jade para continuar funcionando, assim como a dificuldade dele se esconder ou interagir com pessoas fora do Jianghu.

Passo Dois: Profissões. No lugar das Perícias do FATE tradicional ou das Abordagens do FATA Acelerado, Jadepunk trabalha com o conceito de Profissões, que são algo como perícias bem amplas. Cada uma delas podem realizar, de formas diferentes, todas os quatro tipos de ações usadas em ambas versões de FATE (superar, criar vantagens, atacar e defender). As profissões são: Aristocrata, Engenheiro, Explorador, Guerreiro, Erudito e Criminoso, e eu tenho um +3, dois +2, dois +1 e um 0 para distribuir entre elas.
Engenheiro vai levar o +3, claro. Erudito e Guerreiro ganham os +2. Explorador e Aristocrata recebem os +1 e o 0 fica com Criminoso.

Passo Três: Recarga e Recursos. Eu começo com uma Recarga 7 e posso usar isso para comprar Recursos, que é como Jadepunk lida com Façanhas. Existem três tipos de Recursos: Aliados, Equipamentos e Técnicas. Cada um me custa uma Recarga e vem com duas features (características positivas) e uma flaw (característica negativa), e eu posso gastar mais recargas ou pegar mais flaws para colocar mais features se eu quiser. Na verdade acho que é a melhor versão das Façanhas (Stunts que eu vi em um livro de FATE até o momento).
Primeiro eu quero uma Técnica que vou chamar de Banco de Dados em JadeTech, eu preciso associá-la com um dos meus Aspectos e digo que está ligada a “Conhecimento é o Fio Condutor da Minha Existência” e vou colocar as características Focus 2 e Situacional. Toda vez que Qīngtóng rén fizer um teste de Engenheiro ou Erudito envolvendo Jadetech ele ganha um bònus de +1 no rolamento de dados. Isso me custa uma Recarga.
Quero criar um poder legal para combate. Como é algo construído nele vou considerar como uma Técnica de novo que vou chamar de Canhão de Jade Vermelho e vou colocar as características Harmful 3 e Consumidor. Que permite que o canhão cause um dano considerável, mas custe um ponto de FATE cada vez que eu utilizar. Isso também vai me custar um ponto de Recarga.

Isso me deixa com Recarga 5 e já estou satisfeito.

Passo Quatro: Estresse e Consequências. Eu começo com três caixas de cada e não tenho nenhum Recurso que aumente qualquer um deles.

Então é isso. Qīngtóng rén está pronto para tentar entender a necessidade de humanidade de explorar e se aproveitar dos seus semelhantes por coisas tão efêmeras quanto dinheiro e poder.

Seria um personagem interessante de se jogar.
_________________________________________
Nome: Qīngtóng rén, mas todos me chamam de Tong.
Aspectos:
Portrayal: Autômato Feito de Bronze.
Background: Maravilha da Jadetecnologia
Inciting Incident: Presenciei a Morte de meu Criador
Belief: Conhecimento é Fio Condutor da Minha Existência.
Trouble: Eu não Sou Humano

Profissões: Engineer+3, Scholar+2, Fighter+2, Aristocrat+1, Explorer+1, Scoundrel+0

Recursos (Assets):
Banco de Dados em JadeTech (Técnica)
Aspecto Condutor: Conhecimento é o Fio Condutor da Minha Existência
Features: Focus 2
Flaws:Situacional
Descrição: Toda vez que Qīngtóng rén fizer um teste de Engenheiro ou Erudito envolvendo Jadetech ele ganha um bònus de +1 no rolamento de dados.
Custo: 1

Canhão de Jade Vermelho (Técnica)
Aspecto Condutor: Maravilha da Jadetecnologia
Features Harmful 3
Consumidor
Descrição: Qīngtóng rén pode transformar o braço esquerdo em um canhão que causa até dano+3, mas custa um ponto de FATE cada vez que for utilizado.
Custo 1

Recarga: 5
Estresses: 3
Consequências: 3
 

domingo, 9 de maio de 2021

Leituras 2021 - Semana 19

Leituras 2021 - Semana 19
22 Lidos
Lendo:
01 - Desenhando com o Lado Direito do Cérebro - Betty Edwards - 35% 
02 - Atlas Ageográfico de Lugares Imaginados - Ana Cristina Rodrigues - 54%
03 - Changeling the Dreaming 2e (RPG) (relendo) - Ian Lemke (org.) - 45% 
04 - Bluebeard's Bride - Book of Rooms (RPG) - Elizabeth Chaipraditkul, Marissa Kelly, Felipe Real, Sarah Richardson - 62%
05 - Masks: A New Generation (RPG) - Brendan Conway - 82% 

Contos, Poesias & Artigos*
- Resist: Tales from a Future Worth Fighting Against - Vários Autores - 72%(07)
- Samurais X Ninjas - Vários Autores - 64%(07)
- Cyberpunk: Registros Recuperados de Futuros Proibidos - Vários Autores - 48%(08)
- Solarpunk: Come ho Imparato ad Amare il Futuro - Vários Autores - 02% (14)
- Antologia Vilãs - Várias Autoras - 47%(07)
*Sendo lidos de forma não-linear. Os mais em cima foram lidos mais recentemente. O número entre ()s indica quantos contos/poesias faltam para terminar.

Lidos:
01 - Honey Heist (RPG) - Grant Howitt
02 - Pentatlo Surpresa (RPG) - Diego Barreto
03 - Dark Sun - A Little Knowledge Adventure (RPG) - DM's Book - Autor Desconhecido
04 - Machine Learning: New and Colleted Stories - Hugh Howey
05 - Dark Sun - A Little Knowledge Fiction - Jerry Oltion
06 - As Cores, o Tempo e Nós - Beatriz D'Oliveira & Maria Veloso
07 - Dark Sun (RPG) - Rules Book - Troy Denning & Timothy B. Brown
08 - Panorama das Terapias Familiares Vol.2 - Vários Autores
09 - Mutant City Blues 2e (RPG) - Robin D. Laws & Gareth Ryder-Hanrahan
10 - Royal Blood (RPG) - Grant Howitt
11 - Harder They Fall (RPG) - Minerva McJanda
12 - Ela é só uma garota comum - Pedro A. Ribeiro
13 - Dream Askew (RPG) - Avery Alder
14 - Bluebeard's Bride (RPG) - Whitney "Strix" Beltran, Marissa Kelly & Sarah Richardson
15 - Numenera: Discovery (RPG) - Monte Cook, Bruce R. Cordell, Sean K. Reynolds, Shanna Germain
16 - Blood Feud Playtest Version (RPG) - Alf Peter Malmberg & Amos Johan Persson
17 - Descent into Midnight Quick Start Guide (RPG) - Rich Howard and Richard Kreutz-Landry
18 - SW Blue Planet (RPG) - FanMade
19 - Como Evitar os 7 Pecados Capitais dos Investidores - Edu Moreira
20 - Sandman Edição Definitiva #1 - Neil Gaiman
21 - The Wheel - Neil Gaiman
22 - Faith #1/#4 (HQ) - Jody Houser, Francis Portela, Marguerite Sauvage

quarta-feira, 5 de maio de 2021

RPG - Colours of the Sky - Sabishi


Jogo: The Colours of the Sky (Golden Sky Stories)
Autoria: Ryo Kamiya & Tsugihagi Honpo
Editora: Starline Publishing
Experiência: Com essa expansão, nenhuma ainda. Mas já mestrei Golden Sky Stories algumas vezes.
Livros usados: O básico do Golden Sky Stories e mais essa expansão.

The Colours of the Sky é uma expansão para Golden Sky Stories, um RPG japonês onde os jogadores interpretam Henge, espíritos animais japoneses ou animais que aprendem a falar e se transformar em humanos. Essa expansão traz novas opções de Henge (rato, lobo, ponêi, peixe e bruxa, que não é um henge) para os jogadores escolherem.
Eu fiz um personagem para Golden Sky Stories cerca de um ano atrás (estou escrevendo esse personagem no final de março/2021). Então, por que estou fazendo outro personagem para este jogo? Primeiro porque eu queria fazer um personagem usando essa expansão, segundo porque uma amiga minha me convidou a jogar uma mini-campanha que ela vai estar mestrando e terceiro porque o projeto é meu e eu faço o que quiser aqui. Hunf!
Dito isso, vamos fazer um personagem.

Passo Um: Escolha um Tipo de Henge. Eu tenho uma ideia para esse personagem. Minha amiga vai ambientar o jogo dela na virada no Japão dos séculos XIV e XV. Acho que era Edo, se não me engano. Eu tinha pensado em fazer um Cachorro, mas acho que quero fazer um Lobo. Isso já me dá os poderes Territory, Guardian, Hide, Substitution, Wolf Howl e Call of the Wild.

Passo Dois: Escolha Poderes Adicionais e Fraquezas. Agora eu preciso escolher pelo menos um poder adicional e receber a fraqueza associada a este. Eu posso escolher até três poderes assim e eu não vejo muito o porquê de não fazer isso. O engraçado nesse jogo é que acaba-se escolhendo os poderes mais pelas fraquezas associadas do que pelos poderes em si. Então eu quero Growl (que me permite intimidar os outros), Perserverance (que me permite “tentar” de novo algo, mesmo o sistema sendo não-aleatório) e Giant Wolf (que me permite virar um lobo gigante capaz de carregar até cinco pessoas e o qual eu só pretendo usar quando for o mais dramático possível).
Isso me dá como fraquezas Violent (eu sou esquentado e não muito bom de persuadir as pessoas), Klutz (eu sou desastrado principalmente quando faço coisas humanas) e Honest (eu não posso mentir, dah!).
E a imagem do personagem vai se formando na minha cabeça cada vez mais.

Passo Três: Distribua seus Atributos. Agora eu tenho 8 pontos para distribuir entre os quatro atributos do jogo: Henge (que foca na minha magia), Animal (que lida com meu lado animal e atlético), Adult (que me permite entender a sociedade humana e esconder meus sentimentos) e Child (expressar meus sentimentos e pedir ajuda). Eu preciso colocar pelo menos um ponto em cada atributo menos Adult que pode começar com zero.
Eu quero Adult baixo, mas não zero. Então um ponto aí. Dois pontos em Henge. O que me deixa com cinco para distribuir entre Animal e Child, então três e dois, respectivamente.

Próximo passo são as conexões do meu personagem. E eu preciso estar com o resto do grupo para fazer, mas tenho certeza que vou pegar pelo menos um como Confiança ou Admiração e outro como Guardião ou coisa parecida. Hummm… talvez eu escolha alguém como Rival, seria divertido.

Fora isso falta só definir aparência, história, personalidade, esse tipo de coisa, então vamos lá.

Sabishi (solitário em japonês) vivia em uma floresta próxima da vila onde a aventura irá começar. Seus pais um dia saíram para caçar além do vale e nunca mais voltaram, deixando-o sozinho. Ele passou a acompanhar os humanos que caçavam ou viajavam por seu território. Com raiva no início, (como eles ousavam andar pelas suas florestas?) mas depois com curiosidade. Ele começou a ouvir as histórias dos viajantes sobre os guerreiros que travavam guerras e quis se tornar um deles.
Sabishi é um lobo de dois anos e meio, ainda pequeno. Em sua forma humana ele é um menino de oito anos que parece aina mais novo por ser baixinho para sua idade. Ele não tem um dos dentes da frente e seu cabelo é cortado em “forma de cuia”. Está sempre pronto para brigar, apesar de ninguém levá-lo muito a sério.

E está pronto. Vai ser divertido jogar com esse personagem.
_____________________________________

Name: Sabishi
Henge Type: Wolf
Age: 2,5/8

Henge: 2
Animal: 3
Adult: 1
Child: 2

Powers: Territory, Guardian, Hide, Substitution, Wolf Howl, Call of the Wild, Growl, Perserverance e Giant Wolf.

Weakness: Violent, Klutz e Honest

quarta-feira, 28 de abril de 2021

RPG - Hunter: The Reckoning - Grace O'Hara


Jogo: Hunter: The Reckoning
Sistema: Storyteller (oWoD)
Autoria: Ken Cliffe, Ed Hall & Stewart Wieck (orgs).
Editora: White-Wolf Publishing. Acho que a Onyx Path voltou a produzir, mas não tenho certeza.
Experiência: Nenhuma. Na verdade só dei uma lida muito por alto para poder fazer esse personagem.
Livros usados: Só o básico.

Em 1999 a White Wolf lançou o Ano do Julgamento. Como outros eventos desse tipo em anos anteriores, envolvia uma série de suplementos envolvendo essa temática. Basicamente dos mortais atacando as criaturas do Mundo das Trevas. Só que por volta de fevereiro o site da editora saiu do ar permanecendo apenas com um aviso de que a empresa havia sido vendida para uma empresa que eu não lembro exatamente o nome, mas que era Hunter alguma coisa (curiosamente a empresa que hoje cuida da quinta edição do Werewolf: the Apocalypse se chama Hunter Entertainment). O aviso continuava com um contador de dias e horas para quando essa venda se concretizaria e que isso indicaria o final do Mundo das Trevas.
Muitos, como eu, apontaram que o contador indicava como data o dia 01/04/1999, e que isso poderia indicar uma piadinha de Primeiro de Abril da White Wolf (April’s Fool em inglês). Eles negaram, mas no final era isso mesmo. Uma “jogada de marketing” para lançar o sexto livro básico do World of Darness, Hunter: The Reckoning.
Confesso que eu já peguei ranço desse jogo daí.
Vocês podem se perguntar: “Mas Sandro, se você não gosta desse jogo porque criar um personagem para ele?”, bom ter perguntado. Primeiro porque eu gosto de terminar as coisas que começo (tenho dificuldade, mas gosto) e, por isso, pode pintar personagens de Mummy: The Ressurection e Demon: The Fallen por aqui em algum momento. Segundo porque eu queria contar essa história acima. Acho impressionante que praticamente ninguém pela internet comente sobre isso. E terceiro porque eu tenho uma ideia de personagem que se encaixa com esse jogo. Então vamos lá!

Hunter é sobre pessoas que foram “imbuidas” por uma força misteriosa, talvez Deus, para combaterem os vampiros, lobisomens, magos, etc.
Um pouco desse conceito depois foi reaproveitado para criar o Deus Máquina de Crônicas das Trevas, mas isso é uma história para outro dia.
Uma das pouquíssimas coisas que eu acho interessante nesse jogo é o fato dos imbuídos (como eles se chamam) não fazem ideia de como realmente funciona o Mundo das Trevas. Eles acham que lobisomens são alienígenas, que magos são como as bruxas das histórias infantis e acreditam em todo o tipo de crendice acerca dos vampiros. Ou seja, eles já eram o povo das fake news antes mesmo do termo ter sido cunhado.
Eu quero criar uma personagem que esteja querendo descobrir a verdade sobre o sobrenatural para poder enfrentá-lo.

Passo Um: Conceito. A um tempo atrás eu vi uma reportagem sobre o pessoal que trabalha em redes sociais filtrando material para ser deletado. Os caras passam horas caçando e assistindo coisas pesadíssimas que vão de apologia ao nazismo, estupro a seilámaisoquê que não deveria estar na internet. Claro que tem a galera que fica caçando mamilos também, né?! Mas esse é o tipo de trabalho que acaba com a saúde mental de alguém. Ver de forma diária esse tipo de conteúdo.
Quando Grace O’Hara largou a faculdade de Ciência da Computação era trabalhar com isso ou perguntar “Vai querer fritas acompanhando, senhor?”. Ela preferiu isso. O trabalho paga as contas, ela não tem de interagir muito com os colegas de trabalho e ela é boa nisso. Até que um dia ela viu demais. Ela um vídeo de alguém em uma boate mostrando o que parecia uma luta de gangues, até que um dos motoqueiros virou um fucking lobisomem e arrancou a cabeça de um cara. E os amigos do cara em vez de fugirem partiram pra cima mostrando os dentes.
Nesse momento, Grace recebeu uma mensagem em seu celular de um número desconhecido que dizia apenas “Revele a verdade ao mundo!”. Ela pesquisou na internet sobre o assunto e descobriu o site hunternet.com onde outros como ela postavam contando experiências com o sobrenatural e, como ela, haviam recebido algum tipo de chamado para fazer algo a respeito. Agora ela usa seu trabalho para informar outros Hunters, ela acredita conseguir manter o próprio anonimato, mas até quando?
E esse é o conceito que eu tinha em mente. Agora preciso escolher um Creed, uma Natureza e um Comportamento.
O Creed é o equivalente ao Clan/Tribo/Tradição desse jogo. Representa tanto como o Hunter entrou em contato com o sobrenatural quanto como lida com os monstros. Em um primeiro momento pensei em Visionary, mas ao ler tem um aspecto meios messiânico que eu não curti, daí eu considerei Innocent, mas ainda não era bem o que eu queria. Por fim, decidi Judgement. Só que diferente do padrãozinho desse Creed, Grace percebeu que nem todos os monstros são maus. Ao menos não tão maus quanto ela já vira humanos sendo em seu trabalho. Então ela julga humanos e monstros por suas ações, não pelo que são. Isso me deixa com Conviction 3 e terei de considerar a Virtude de Zeal (Zelo) mais para frente.
Por agora, vamos escolher uma Nature e um Demeanor para Grace. Eu acho que Conformist combina com a Nature dela, como sendo uma pessoa sem vontade ou direção. Imagino isso mudando conforme a caçada for se desenvolvimento. Como Demeanor eu acho que Director combina bem com ela. Inclusive pode se tornar a nova Nature dela com o tempo.

Passo Dois: Atributos. Diferente do padrão de outros livros básicos do WoD, aqui eu só tenho 6/4/3 para priorizar e distribuir. Sei que Mental vai ser primário, só fiquei um pouco em dúvida quanto aos outros dois, mas decidi Físico como secundário e Social como terciário.
Mental e Social eu vou só distribuir igualmente ficando com três e dois em cada, respectivamente. Físico vai um em cada e o ponto extra vai para Stamina. Ela não é forte ou ágil, mas ela é resistente.

Passo Três: Habilidades. Temos 11/7/4 para priorizar e distribuir. Vamos de Conhecimentos como primário, Talentos como secundário e Perícias como terciário.
Conhecimentos: Três pontos em Computer, dois pontos em Bureaucracy, Investigation e Research, os últimos dois vão um cada para Occult e Medicine.
Talentos: Três pontos em Awareness, dois pontos cada em Alertness, Empathy, e mais um cada em Athletics e Subterfuge.
Perícias: Um ponto cada em Drive, Firearms, Security e Technology.
Prontinho!

Passo Quatro: Vantagens. Primeiro eu tenho cinco pontos para distribuir em Backgrounds. Dois pontos em Contacts para começar para representar os contatos que Grace já fez online. Um ponto vai para Arsenal. Desde que ficou sabendo sobre os monstros, ou talvez até antes quando via os vídeos dos monstros humanos, ela começou a comprar armas e equipamentos e colocar em um depósito que ela adquiriu online. E os dois últimos vão para Resources tanto de seu trabalho quanto do que ela economizou.
Eu tenho três pontos para distribuir em minhas Virtues que são Mercy, Vision e Zeal. Eu pensei em colocar um ponto em cada, mas Vision é, novamente, algo quase messiânico nesse contexto. Então vou colocar dois pontos em Zeal e um ponto em Mercy.
Daí, eu pego Edges. Os poderes dos Imbuídos, como os Caçadores se chamam nesse jogo. Eu tenho pontos para pegar Edges igual aos meus pontos em virtudes e uma das falhas desse sistema é exatamente que a única forma de pegar novos poderes é aumentando minhas virtudes e não tem como trocar Edges, o que fará meus poderes ficarem super-limitados por conta de um mau design do jogo. Fim do Rant.
Como eu não pretendo jogar com essa personagem vou simplesmente pegar três poderes de nível um. Para poder pegar um poder de nível dois eu teria de ter três pontos na mesma Virtue e pegar primeiro um poder de nível do mesmo grupo.
Eu quero o poder de nível de Judgement, Discern, que me permite perceber seres sobrenaturais e identificar a “inocência” de alguém. Também quero o poder de nível um de Defense, Ward, para que Grace possa proteger as pessoas que ela ama. E por fim, com meu ponto de Mercy vou pegar o poder de nível um de Innocence, Hide, que permite Grace se esconder dos monstros.

Passo Cinco: Toques Finais. Anoto minha Conviction (3) e Willpower (3). Por fim, tenho 21 “freebie points” para gastar. Sendo que eu não posso pegar mais Virtues nem Edges (mais uma falha de design, na minha opinião). Vamos ver no que eu quero gastar.
Primeiro vou gastar dois para aumentar Computer para 4 e outros dois para aumentar Investigation para 3. Vou aumentar Willpower para 7 (quatro pontos) e Conviction para 6 (três pontos). O que me dá um custo total de 11 pontos.
Ainda tenho 10 para gastar. Vou colocar um ponto em Exposure e mais um em Arsenal. Acho que vou aumentar Firearms e Athletics para 3 e completo os pontos a gastar. Vou considerar que Grace decidiu treinar mais com armas e corrida desde que soube da existência de monstros. Pouco a pouco ela está se tornando cada vez mais paranóica com isso.

Eu imagino Grace comandando um grupo de Hunters (os outros PCs) de um lugar seguro através dos computadores, como a Oráculo da DC, até que algum monstro a encontre e ela tenha de lidar com eles frente a frente.
________________________________________________

Name: Grace O’Hara
Creed: Judgement
Nature: Conformist
Demeanor: Director
Starting Creed: 3

Attributes
Physical: Strength oo, Dextery oo, Stamina ooo
Social: Charisma oo, Manipulation oo, Appearance oo
Mental: Perception ooo, Intelligence ooo, Wits ooo

Abilities
Talents: Alertness oo, Athletics ooo, Awareness ooo, Empathy oo, e Subterfuge o
Skills: Drive o, Firearms ooo, Security o e Technology o.
Knowledges: Bureaucracy oo, Computer oooo, Investigation ooo, Medicine o, Occult o, Research oo.

Backgrounds: Arsenal oo, Contacts oo, Exposure o, Resources oo
Virtues: Zeal 2, Mercy 1, Vision 0
Edges: Discern (Judgement 1), Ward (Defense 1), Hide (Innocence 1).

Willpower: 7
Conviction: 6

segunda-feira, 26 de abril de 2021

Leituras 2021 - Semana 17

Leituras 2021 - Semana 17
21 Lidos
Lendo:
01 - Desenhando com o Lado Direito do Cérebro - Betty Edwards - 35% 
02 - Atlas Ageográfico de Lugares Imaginados - Ana Cristina Rodrigues - 56%
03 - Changeling the Dreaming 2e (RPG) (relendo) - Ian Lemke (org.) - 30% 
04 - Bluebeard's Bride - Book of Rooms (RPG) - Elizabeth Chaipraditkul, Marissa Kelly, Felipe Real, Sarah Richardson - 46% 
05 - Faith #3/#4 (HQ) - Jody Houser, Francis Portela, Marguerite Sauvage 
06 - Masks: A New Generation (RPG) - Brendan Conway - 45%

Contos, Poesias & Artigos*
- Resist: Tales from a Future Worth Fighting Against - Vários Autores - 72%(07)
- Samurais X Ninjas - Vários Autores - 64%(07)
- Cyberpunk: Registros Recuperados de Futuros Proibidos - Vários Autores - 48%(08)
- Solarpunk: Come ho Imparato ad Amare il Futuro - Vários Autores - 02% (14)
- Antologia Vilãs - Várias Autoras - 47%(07)
*Sendo lidos de forma não-linear. Os mais em cima foram lidos mais recentemente. O número entre ()s indica quantos contos/poesias faltam para terminar.

Lidos:
01 - Honey Heist (RPG) - Grant Howitt
02 - Pentatlo Surpresa (RPG) - Diego Barreto
03 - Dark Sun - A Little Knowledge Adventure (RPG) - DM's Book - Autor Desconhecido
04 - Machine Learning: New and Colleted Stories - Hugh Howey
05 - Dark Sun - A Little Knowledge Fiction - Jerry Oltion
06 - As Cores, o Tempo e Nós - Beatriz D'Oliveira & Maria Veloso
07 - Dark Sun (RPG) - Rules Book - Troy Denning & Timothy B. Brown
08 - Panorama das Terapias Familiares Vol.2 - Vários Autores
09 - Mutant City Blues 2e (RPG) - Robin D. Laws & Gareth Ryder-Hanrahan
10 - Royal Blood (RPG) - Grant Howitt
11 - Harder They Fall (RPG) - Minerva McJanda
12 - Ela é só uma garota comum - Pedro A. Ribeiro
13 - Dream Askew (RPG) - Avery Alder
14 - Bluebeard's Bride (RPG) - Whitney "Strix" Beltran, Marissa Kelly & Sarah Richardson
15 - Numenera: Discovery (RPG) - Monte Cook, Bruce R. Cordell, Sean K. Reynolds, Shanna Germain
16 - Blood Feud Playtest Version (RPG) - Alf Peter Malmberg & Amos Johan Persson
17 - Descent into Midnight Quick Start Guide (RPG) - Rich Howard and Richard Kreutz-Landry
18 - SW Blue Planet (RPG) - FanMade
19 - Como Evitar os 7 Pecados Capitais dos Investidores - Edu Moreira
20 - Sandman Edição Definitiva #1 - Neil Gaiman
21 - The Wheel - Neil Gaiman